Arquivo da Categoria ‘Colunas’

Jeremoabo é confirmado o 2º. maior produtor de mel do Estado e 4º. do Brasil

Postado por Adalberto Moreno em 4 de novembro de 2016

A a estiagem é o principal entrave para que Jeremoabo ainda não esteja em primeiro lugar na produção de mel no país

(mais…)

CONECTADOS

Postado por Adalberto Moreno em 11 de agosto de 2016

O website ou site é um veículo utilizado para realização de compras visando a comodidade do consumidor, é a já conhecida compra online. Todavia, para que a prestação do serviço via internet tenha praticidade é necessário que o consumidor tenha conhecimento sobre a política de compra do site, a segurança quanto aos dados cadastrais e confiabilidade nas formas de pagamento.

Conforme preceitua o Código de Defesa do Consumidor, consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final. Com efeito, este código prevê o acesso aos órgãos judiciários e administrativos para facilitar a prevenção ou reparação de danos.

O referido código informa direitos básicos do consumidor, dentre eles estão: a educação e divulgação sobre o consumo adequado dos produtos e serviços, com objetivo de assegurar a liberdade de escolha e a igualdade nas contratações; e a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos, tendo em vista a especificação da composição do produto e dos riscos que apresentem.

Com informação suficiente sobre o produto oferecido e o serviço prestado pelo fornecedor, ou seja, “conhecendo o site”, a compra torna-se segura. A comparação entre realizar uma compra via internet ou ir até uma loja física é uma particularidade de cada consumidor. O imediatismo e a necessidade da compra são determinantes na hora da escolha, ou seja, se o cliente precisa do produto naquele momento não poderá aguardar por uma entrega posterior.

Quando o que se pretende é economia de tempo o site de compras apresenta-se bem, ainda que com uma cobrança adicional para entrega do produto. No mercado de consumo, essa ferramenta atende a dinâmica comercial e viabiliza a especificação de diferentes produtos. É uma relação estabelecida com consumidores cada vez mais conectados.

A gente se conecta aqui!

Annielle Lima é Advogada e Pós graduada em Direito do Estado

Saúde, cultura e o Brasil

Postado por Adalberto Moreno em 23 de maio de 2016

TiagoO Brasil é um país vivo, dinâmico e que não para de se transformar. A realidade que permeia o cotidiano do brasileiro tem reflexo imediato das ações governamentais – sejam elas propositivas ou não. Desse modo, a sociedade brasileira já transmite uma percepção inconciliável com ingerências que repercutam na vida e no futuro dos membros da nação.

Constatamos reiterados protestos acerca da manutenção do ministério da cultura. De fato, é notório que a preservação e incentivo dos valores artísticos, literários têm de fazer parte de uma imprescindível política nacional de cultura. Incorporar ao ministério da educação teria como premissa enxugar as despesas do maquinário público perante o exorbitante número de cargos comissionados, diretorias etc. Todavia, esta decisão foi revogada por ir de encontro aos interesses de uma classe artística “inconformada” e pujante. Ou seria desinformada? Em vários países do mundo está ligada a outros ministérios: na França, junto com Comunicação, na Itália, com Turismo, e na Espanha, com Educação e Esporte. Frente a problemas que atingem diretamente a vida dos brasileiros (saúde, violência, educação) há levantes dessa magnitude por parte destes que são grandes formadores de opinião?

Pois bem, o sistema de saúde pública do Brasil vive uma realidade deplorável. Arruinada pela inépcia e a falta de gestão que gera significativos danos aos seus usuários. Um simples procedimento médico pode passar meses até ser realizada, dificuldade para marcação de cirurgia, sem falar na redução de 23 mil leitos hospitalares nos últimos 5 anos (à medida que a população cresce, o número diminui?), dos bilhões que não são utilizados por inoperância, dos bilhões que são repassados a Cuba em detrimento dos desvalidos do Brasil. Categoricamente, precisamos alijar os corruptos e corruptores que se locupletam na saúde. Como dizia Geraldo Vandré: “…gado a gente marca, tange, ferra, engorda e mata; mas com gente é diferente”. A população precisa de ter sua cidadania assistida com respeito e dignidade, mesmo que para isso seja necessário tomarmos um remédio amargo hoje para termos resultados no futuro.

O Brasil precisa de um amplo pacto de reconstrução, tomando como arcabouço os valores morais, o seu potencial de desenvolvimento, a meritocracia e a vitalidade do seu povo. Assim, haveremos de avistar uma luz de progresso ao fim do túnel. Não podemos abdicar de sermos responsáveis pelo destino do país, sendo parte inerente ao resgate da esperança dos brasileiros.

Tiago Almeida Fonseca Nunes

Acadêmico de Medicina – tiagofonsecanunes@gmail.com

Jeremoabo: chuva de Janeiro ultrapassa todos os dados históricos

Postado por Adalberto Moreno em 13 de fevereiro de 2016

Só em Janeiro choveu mais de um terço da média histórica do município

(mais…)

As datas, os horários e os locais dos sorteios da nossa região já foram definidos

(mais…)

O evento acontecerá na Câmara de Vereadores

(mais…)

Os interessados terão que apresentar laudo da vigilância Sanitária a atestando a capacidade da pipa

(mais…)

COMPARTILHE

Postado por Adalberto Moreno em 13 de agosto de 2015

O desabafo ocorreu em função da pouca participação dos sócios na Assembleia

(mais…)

Jeremoabo: Escolas Reunidas completa 90 anos

Postado por Adalberto Moreno em 14 de maio de 2015

 Alvorada Festiva comemorou pelas ruas o aniversário da Escola

(mais…)

Publicidade