Assim nos diz Jesus: Novembro, Dezembro, Natal…

Postado por Adalberto Moreno em 26 de novembro de 2012

Já finalizando o mês de novembro, nos damos conta de que a cortina do tempo referente a 2012 está se fechando. Perdemos a noção do tempo ou o tempo está sem noção? Antes, os enfeites, luzes, faixadas de lojas e praças eram mais vistos nas cidades grandes, hoje, graças a Deus percebemos essas mudanças também em cidades interioranas, vilas, sítios e povoados. O que será que mudou? A acessibilidade a esses adereços natalinos? O preço? As novidades? Muita coisa mudou… Principalmente o sentimento natalino que a cada ano consegue chegar a mais pessoas e de uma forma mais especial. A sabedoria de Deus ao criar o mundo foi impressionante! No quesito “tempo” Ele pensou em dividi-lo em anos, meses, semanas, dias, horas, minutos, segundos, tudo de uma forma muito inteligente! Vejamos: Trabalhadores, estudantes, homens, mulheres, jovens e crianças de um modo geral recomeçam sua jornada no início de cada ano, em meados de janeiro ou fevereiro, elaboram suas metas, traçam seus objetivos, registram seus desafios e fundamentam essas conquistas nas mãos do Senhor, pois sem Ele não podemos realizar, absolutamente nada! No desenrolar do ano a labuta diária, a correria, as conquistas, frustrações, desencantos, encantos, mudanças de plano e consequentemente o tempo vai passando, de uma forma tão perfeita que quando vamos chegando ao final do ano estamos quase sem suportar o fardo, aí entra à sabedoria do Pai, “que pensou sabiamente” a hora de parar, a hora de um descanso, a hora de trocar trabalho pela união da família, das pessoas que mais nos afinamos. Mais do que isso, nasce de uma forma bem natural o SENTIMENTO NATALINO, que não está atrelado às decorações, luzes, músicas e enfeites, é muito mais do que isso é a esperança plantada pelo Menino Jesus que nos confere pelo cumprimento dos nossos esforços para que a renovação nasça no coração de cada pessoa, com alegria, com fé de que no horizonte desponta um novo ano, que promete mais, que nos faz acreditar que o ser humano será melhor, mais solidário, mais sensível, menos egoísta, mais irmão; que a esperança renasce junto com um novo olhar no trabalho, nos estudos, novos objetivos, metas e naturalmente um tempo novo. O bom é acreditar e crer que essa esperança não é uma promessa dos homens é um comprometimento de Deus e seu filho Jesus, pois sentimos que Ele planta em nosso coração a fé, o amor e uma vida nova. É possível compreender toda essa mudança na dinâmica das igrejas, cada uma movimenta e sensibiliza os fiéis a sua maneira. “Tudo isso para que renovemos a nossa fé e possamos enfrentar um ano novo, um novo tempo, um recomeço, sem jamais esquecer do exercício principal: AGRADECER! Afinal é a época de singeleza e gratidão, de muito amor e solidariedade cristã.

Esse texto é dedicado a todas as pessoas que aproveitaram responsavelmente seu tempo neste ano de 2012 vivendo uma rotina de oração, trabalho e estudos. Porque gente para compartilhar, agregar, somar, sugerir, orar e transformar é o que faz a diferença! Pense em ser feliz e fazer os outros felizes. Pense em renascer num abraço amigo, renascer num perdão, renascer da alma que pede união. Expressar seu afeto… Beijar fraternalmente, beijar apaixonadamente. Agradecer o que se têm, as graças recebidas, as lutas vencidas que mais e mais aproximou o coração aflito a proteção Divina. Lembrar que dar-se um abraço amigo e fazer-se algo carinhoso a cada dia é reedificar a alma e o espírito.

A todos que acessam o site Jeremoabo Agora, o nosso desejo de Feliz Natal, um Ano Novo abençoado, cheio de paz, saúde, perdão e muita esperança!

Rosa Maria de Oliveira Medeiros – Pedagoga-Pós graduada em Gestão de Pessoas – Pós Graduada em Coordenação Pedagógica


Publicidade