Adustina: estiagem prolongada está secando açude que sustenta os pescadores

Postado por Adalberto Moreno em 20 de novembro de 2012

Por Elton Pinho/Adustina.net

O açude público da região de Adustina responsável pela oferta de água e peixes para a comunidade do povoado Bom Jesus, está desaparecendo, com a estiagem.

Pescadores que sobrevivem da pesca e de sua comercialização ainda insistem na prática, mas segundo eles, com o açude quase vazio peixes acabam se tornando uma raridade.

Sebastião José dos Santos, de 70 anos, acompanhou boa parte da construção do açude e trabalhou no DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra a Seca) entre 1963 e 1967, está convencido de que o açude chegou na atual situação também por culpa da falta de manutenção.

Dados divulgados na terça-feira (13/11) pela Coordenação Estadual de Defesa Civil (CORDEC) informam que, dos 417 municípios baianos, 259 encontram-se em situação de emergência, devido à seca, que já afeta quase 3 milhões de pessoas, no Estado.

O açude público de Adustina foi construído na década de 60 e sua obra durou cerca de 10 anos.

 


Publicidade