A nova empresa  deverá revolucionar a forma como o leite é manipulado na nossa região

Por Adalberto Moreno

A indústria Sabe Alimentos, sediada em Muribeca, às margens da BR 110,  no estado de Sergipe, está se preparando para colocar em funcionamento a sua moderna fábrica de laticínios, onde serão produzidos leite condensado, leite longa vida, creme de leite e bebidas lácteas. A produção diária deverá ser de 250 mil litros de leite e terá capacidade de armazenamento para 375 mil litros.  Para tanto, a empresa está montando uma estratégia de incentivo aos produtores de leite de Jeremoabo e dos municípios circunvizinhos.

Em entrevista à Rádio Jeremoabo FM, no programa jornalístico Notícias da 106, ancorado por Adalberto Moreno e Márcia Penedo, o Gerente de Política Leiteira e Médico Veterinário da Sabe Alimentos, Wolney Brito, disse que não haverá intermediário. “Nós trataremos de uma relação produtor com a indústria. Para você ter uma ideia do nível de investimento que estamos fazendo, não permitimos a capacitação de leite coletiva; cada produtor de leite vai ter o seu tanque resfriador. A Instrução Normativa do  Ministério da Agricultura não permite o transporte de leite em latões, então nós atenderemos a lei no que diz respeito ao quesito higiene, da mastite, da proteína e da gordura, para que isso venha agregar valor ao produto. No sistema convencional, o leite é levado para o tanque coletivo. No sistema da Sabe, o tanque fica na propriedade do produtor. Os tanques serão distribuídos de acordo com a capacidade de produção de cada um. Quanto aos produtores familiares, esses terão que se organizarem em forma de associação para receberem os benefícios”.

De acordo com Wolney o pagamento será semanal, já que os produtores têm seus compromissos, principalmente com pagamento de pessoal no final de cada semana.

Hoje, 18,  aconteceu uma reunião na Câmara de Vereadores de Jeremoabo, das 10h00 às 12h00, entre representantes da empresa Sabe e produtores de leite para esclarecimentos de dúvidas.

Mais informações podem ser adquiridas pelo telefone (79) 3225 3700 ou pelo site www.sabealimentos.com.br.

Ouça a entrevista completa

22 Comentário

  1. ALMEIDA disse:

    Em quanto os governantes estaduais e municípais não se organizam para introduzir uma grande fabrica de beneficiamento do leite em Jeremoabo, Sergipe compra toda nossa produção e leva para vender como se fosse produzido lá!!! Jeremoabo e região é uma das maiores bacias leiteiras do estado da Bahia, mas ninguem percebe isso. Já somos o maior produtor de mel do estado, mas ninguem se mexe pra atrair fabricas para da emprego a nossa gente… Governantes da Bahia olha por Jeremoabo por favor.

  2. Antonio Carlos Soares disse:

    Jeremoabo é só sucesso,graças a este prefeito Tista orgulho dos jeremoabenses como eu valeu

  3. Marcelo Sampaio disse:

    Eu que tenho uma longa história ligada a atividade leiteira, seja na indústria, como criador e inspetor de laticínios, tive a oportunidade de ouvir as propostas dessa nova indústria e confesso que muito me animei. Peçla primeira vez vejo uma postura profissional e uma visão de que só a simbiose entre indústria e criador será capaz de alavancar a atividade leiteira em nossa região.

  4. aline alves de arimateia rosa disse:

    como faço para conseguir uma oportunidade nesta empresa,sou dinamica,agil e copetente tenho vinte dois anos e já trabalhei no ramo de reciclagem e como cobradora de õnibus sei que não é muita experiencia mais estou disposta a qualquer oportunidade.

  5. Edilaine Santos Freitas disse:

    Sempre quis trabalhar na Sabe e uma otima opcao para mim que moro em uma cidadezinha pequena a qual nao oferece oportunidade de emprego tenho diploma de tecnica agricola e conheci algumas fabricas de laticinios!

  6. Edilaine Santos Freitas disse:

    Sempre quis trabalhar na Sabe e uma otima opcao para mim que moro em uma cidadezinha pequena a qual nao oferece oportunidade de emprego tenho diploma de tecnica agricola e conheci algumas fabricas de laticinios! espero q o meu curriculo um dia faca efeito e eu seja chamada!

  7. altiva lobo disse:

    Comecei a usar o leite SABE há pouco tempo e gostei.
    Só acho que é necessário um controle maior, pois comprei 4 caixas a semana passada e uma delas estava com o leite qualhado. O vencimento dele era 03/2014.

  8. Jose Afonso Silveira disse:

    Gostaria de alertar os produtores desse região para o que aconteceu na Bahia, região de Ipiaú, onde a Leite Sabe, abandonou o barco, deixando um enorme prejuízo aos produtores que investiram na atividade. Vejam o texto a seguir que traduz bem, essa ocorrência.
    16/01/2014
    SUJEIRA NO LEITE SABE

    Produtores de leite de Ipiaú, Itagi e região, foram apanhados de surpresa com a saída da Leite Sabe, que vinha comprando o leite da região.
    Essa decisão unilateral esta provocando prejuízos incalculáveis aos produtores e a economia da região, pois houve um grande volume de investimentos na compra de vacas leiteiras e de equipamentos, nas instalações, na formação de pastagens para pecuária de leite e que agora esses produtores ficam sem opção para a venda desse volume de leite, superior a 20.000litros/dia, pois tudo isso fora realizado em função da expectativa gerada pelo LEITE SABE, que não SOUBE administrar com responsabilidade o compromisso assumido com os produtores e com a região.
    A LEITE SABE, pertence ao grupo do Senador Albano Franco, de Sergipe, instalada em 2012 no município de Muribeca, cerca de 70km de Aracaju, com investimento superior a 90milhões de reais, financiados pelo BNDES e BNB, distante das principais bacias leiteiras, motivo que determinou vir buscar sua matéria prima na Bahia, chegando até a região.
    As justificativas apresentadas pela empresa para a saída, são medíocres e pouco convincentes, arguindo falhas na logística, acidentes com os caminhões e mais alguns argumentos inaceitáveis.
    Há uma mobilização dos produtores, no sentido sensibilizar a empresa para o caos que esta provocando, com a falta de compromisso e responsabilidade social, sendo necessária a permanência dela até que uma solução seja encontrada ou então ela ressarcir os produtores pelos prejuízos causados.
    O grupo de produtores da região, estão buscando articulações junto aos diversos órgãos de classe, como Sindicatos, Federação da Agricultura, CNA e toda a imprensa da Bahia, no sentido de fortalecer o movimento, tornando público a gravidade do fato.

    ,

  9. valdenildo disse:

    Eu gostaria de comprar os produtos da linha “SABE” como faço para entrar em contato com vocês?

  10. Raimundo Avelino da cruz disse:

    Nos do Municipio de Nova Soure, Ba. Temos uma associação- APLNS – Associação dos Produtores de Leite de Nova Soure, produzindo no momento mil litros diario, queremos contatar alguem desta empresa para ver se é possivel faseros uma parceria.

  11. rita de cassia dos santos disse:

    to desempregada querento fazer parte desse grupo tem ensino medio fiz o curso de operadora teleatendimento

  12. teresa disse:

    estou tentando ligar para os números citados e não estou conseguindo o motivo é que comprei o leite semi desnatado a cor de leite está escuro já abri 2 caixas e todas iguais no dia seguinte fica talhado porque? meu telefone é 79-9982-2153 aguardo resposta obrigado teres

  13. Andreiacostasilva disse:

    Estou a procura de um emprego na área de promotora de vendas tenho experiencia na área

  14. Andreiacostasilva disse:

    Por favor me dê uma oportunidade

  15. Edicarlo de Oliveira disse:

    No momento estou em santo sp. Gostaria. De volta pra minha terra mais o desemprego esta demais sou motoristas categoria ( E ).como Fasso pra colocá um currículo ai.

  16. Edileuza Teixeira dos Santos disse:

    gostaria de trabalhar como promotora de vendas como faço pra colocar um currículo aí?

  17. Genilton Araújo dos Santos disse:

    Quero trabalhar na sabe..
    Fazer parte dessa empresa, sou formado em técnico em agropecuária, ficarei muito grato se vocês pudessem me darem uma oportunidade..Abraços fiquem com Deus
    Meu numero é esse 79 9818-6085

  18. odevânio disse:

    Gostaria se possível vocês disponibilizar-se um email para que eu possa envia meu CV, sou operador de maquinas de envase TBA’S e SIG COMBIBLOC CFA 712, seria uma satisfação imensa fazer parte deste grupo. ( 82 )99321-5739.

  19. fabiana criz santos de farias disse:

    Boa noite! Gostaria de ter ima oportunidade de uma vaga enviei meu curriculo mas nao vi resultano!vces nao vai se arrepender um abraco.

  20. fabiana criz santos de farias disse:

    Boa noite! Gostaria de ter ima oportunidade de uma vaga enviei meu curriculo mas nao vi resultano!vces nao vai se arrepender um abraco.sou auxiliar de producao n 98383090.

  21. Cristiano Heriston Martins disse:

    Cristiano Heriston Martins
    Separado 42 anos (079) 99958-8364
    Rua: do Horto, 240 Condomínio Vila Verde Edf: Eucalípto Ap: 308
    Bairro: Jabotiana Aracaju/Se
    cristiano2015martins@yahoo.com.br
    Formação:
    Especialização: Faculdade de Negócios de Sergipe – Fanese
    MBA logística e operações – 2010.
    Nível Superior: Universidade Tiradentes – Unit
    Graduação: Administração de Empresas – 2007.
    Curso técnico: Colégio Técnico Henrique Hennry
    Habilitação: Técnico em Mecânica – 2009.

    Objetivo:
    Desenvolver minhas habilidades e conhecimento em busca da melhoria contínua, através do trabalho em equipe e padronização de rotina, focando segurança, meio ambiente e monitoramento de custos.

    Experiências Profissionais:
    Companhia Vale S/A (Maio/00 à Julho/14)
    Cargo: Supervisor de Manutenção de Terminais
    Resumo de atribuições:
    Operação:
    • Gestão de pessoas;
    • Gestão de atracação e desatracação de navios;
    • Gestão de operação de carga e descarga de navios e armazenamento de produtos;
    • Gestão de operação de balança rodoviária;
    • Gestão de fechamento de navio;
    • Gestão e execução de atividades operacionais em Off-Shore.
    PCM – Planejamento e controle da Manutenção
    • Gestão de planejamento estratégico da manutenção;
    • Gestão de indicadores: FPL,FPR, BACKLOG,MTTR e MTBF;
    • Gestão do mapa de 52 semanas;
    • Gestão de programação de manutenção;
    • Gestão de planejamento de manutenção: serviços internos e externos;
    • Gestão da rotina de reuniões de programação;
    • Gestão de materiais e suprimentos;
    • Gestão de movimentação de componente dos equipamentos;
    • Gestão de contratos de andaimes e civil;
    • Utilização das ferramentas: Maximo, Sap, Oracle e MS Project.
    • Gestão de saneamento de dados do sistema Maximo.
    Manutenção e Execução da Manutenção
    • Gestão de pessoas;
    • Gestão de Auditoria interna e externa;
    • Gestão das atividades de manutenção próprias e terceiros;
    • Gestão de DBM “Diretrizes básicas de Manutenção” e DTM “ Diagnóstico Técnico de Manutenção “;
    • Gestão de orçamento de manutenção;
    • Gestão do contrato de manutenção;
    • Gestão de serviços externos e internos;
    • Gestão de padrão das atividades de manutenção preventiva e corretiva;
    • Gestão do fluxo de atividades de manutenção preventivo e corretivo;
    • Gestão de serviços de recuperação de equipamentos e estruturas;
    • Gestão da ferramenta VPS – Sistema de Produção Vale;
    • Assistência técnica e execução de manutenção preventiva e corretiva em Equipamentos Portuários, Transportadores de Correias, Transportadores de Corrente, Elevadores de Caneca, Silos, Estação tratamento de Agua, Tombadores de Carreta, Compressores, Tulhas Pneumáticas e Moegas Móveis.

    Votorantim Cimentos – Cimesa Laranjeiras (Julho/14 à Fevereiro/15)
    Cargo: Técnico de Manutenção I
    Resumo de atribuições:
    • Gestão de pessoas;
    • Gestão das atividades de manutenção corretiva fornos e moinhos;
    • Gestão de materiais;
    • Gestão de horas extras equipe de manutenção;
    • Gestão de atividades de manutenção de grandes paradas;
    • Gestão de contrato;
    • Acompanhamento de reformas estruturais em equipamentos;
    • Assistência técnica e execução de manutenção preventiva em bombas de coque, bombas de cal, roscas mecânicas, enclusas, filtros de manga e transportes de clinquer.

    Cursos Complementares:
    Curso PCM- Planejamento e controle de manutenção – Abraman 32 hs
    Curso Mecânico reparador de motor de veículo diesel – Senai 150 hs.
    Curso Mecânico de motor álcool e gasolina – Senai 220 hs
    Curso Mecânico de manutenção nível I – Senai 440 hs
    Curso Mecânico geral: Habilitação: Fresa, Retífica, Tornearia, Ajustagem e solda – Senai 1600hs.
    Pacote Office e Excel avançado.
    Cristiano Heriston Martins
    Aracaju, Janeiro de 2016.


Publicidade