O Projeto consiste na criação de um filtro artesanal para de absorção de fumaça

Por Adalberto Moreno

Os alunos  do Colégio Antonio Carlos Magalhães demonstram como é possível contribuir para um mundo melhor, com maior qualidade de vida e ações sustentáveis de proteção à natureza. Eles desenvolveram uma tecnologia, de baixo custo, que poderá ajudar a comunidade e, sobretudo, o meio ambiente. O Projeto, que consiste na criação de um filtro artesanal para absorção de fumaça, adaptado para chaminés de fogão e forno à lenha, foi escolhido para participar da II Feira de Ciências da Bahia.

Jocimária da Conceição Soares  e José Roberto dos Santos (ambos matriculados no 3º ano C-vespertino do Colégio Estadual Antônio Carlos Magalhães)  apresentaram o Projeto na Feira de Ciências da referida escola. “Motivamo-nos à realização da pesquisa cientifica a partir de uma sensibilização promovida pela Coordenadora Pedagógica Rosa Maria e Articuladora Regional – Direc-10, Ana Cristina Rangel, onde cada grupo de estudante apresentou uma invenção já existente no intuito de se tornar futuro cientista. Nosso projeto foi pensado inicialmente em 24 de setembro, em um grupo de cinco componentes, restando apenas dois devido ao problema no transporte escolar.  Foram surgindo várias ideias, até percebermos em meio a discussões que um problema em nossa comunidade é a liberação de fumaça pelas chaminés de padarias e olarias, bem como a utilização do fogão a lenha pelas donas de casa da zona rural. Com o objetivo de amenizar tal problema, decidimos construir um filtrador de fumaça utilizando matérias simples, a exemplo de cano de PVC, esponja, papel higiênico e massa de papel triturado, no protótipo inicial. Levando em conta o baixo custo, a facilidade de encontrar os materiais para a confecção do filtro e a utilização de papel reciclado que não degradará o meio ambiente. O que nos estimulou nessa pesquisa foi o convívio com pessoas que residem na zona rural e que mantêm contato direto com a fumaça. Dessa forma escolhemos como professores orientadores: Denise Alcindo dos Santos e Auzenir de Carvalho”, explicaram os alunos.

A Coordenadora do Colégio ACM, Rosa Maria, foi informada pelo Instituto Anísio Teixeira (IAT) que os estudantes deverão apresentar o projeto na II Feira de Ciências da Bahia, no próximo dia 26 de novembro. Os estudantes ficaram muito felizes com a notícia.

A diretora Maria do Carmo Santana, a Coordenadora Rosa Maria e as professoras orientadoras Auzenir de Carvalho e Denise Alcindo juntamente com toda a família ACM parabenizam os estudante idealizadores do projeto selecionado.

Agora Jocimária e José Roberto estarão concorrendo com outros projetos selecionados em toda a Bahia. Parabéns então a toda à equipe gestora do Colégio ACM pela iniciativa e realização do projeto Ciências na Escola.

2 Comentário

  1. A DIREC 10 DE PAULO AFONSO PARABENIZA O EXCELENTE TRABALHO DO COLEGIO ACM, PELA ESCOLHA DO PROJETO FILTRO DE FUMAÇA (FEIRA DE CIÊNCIAS), COORDENADO POR ROSA MARIA (COORD. PEDAGÓGICA) , AS PROFESSORAS DENISE E AUZENIR E ANA CRISTINA RANGEL(ARTICULADORA REGIONAL DA DIREC 10), PROJETO DESENVOLVIDO PELOS ALUNOS JOSÉ ROBERTO E JOCIMÁRIA (3 ANO C). A ESCOLHA FOI FEITA PELO INSTITUTO ANISIO TEIXEIRA – PROJETO CIÊNCIAS NA ESCOLA, DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA.
    QUEREMOS TAMBÉM PARABENIZAR A ESCOLA AGROTECNICA DE JEREMOABO (ATUALMENTE TRANSFORMADA EM CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL), PELA ESCOLHA TAMBÉM DE UM TRABALHO RELACIONADO COM A FEIRA DE CIÊNCIAS.AGRADECEMOS O EMPENHO DA GESTORA DO ACM A PROFESSORA MARIA DO CARMO SANTANA E DA GESTORA DA AGROTÉCNICA EDLENE AMORIM, QUE NÃO MEDIRAM ESFORÇOS PARA APOIAR OS REFERIDOS PROJETOS. PARABÉNS JEREMOABO, ASSIM É QUE SE FAZ EDUCAÇÃO DE QUALIDADE.

  2. sandro disse:

    Ola… Tenho fogão a lenha e gostaria de saber como faço esse filtro… Podem me passar o passo a passo? Agradeço e aguardo.
    Sandro


Publicidade