Jeremoabo: usuários da BR-235/BA podem escolher nome da mascote da rodovia

Postado por Adalberto Moreno em 13 de novembro de 2014

A imagem da mascote vai ser usada em campanhas educacionais e publicitárias realizadas pela Gestão Ambiental da rodovia

Arara-Azul-De-Lear foi escolhida para ser a mascote da rodovia.Entre as opções dos nomes estão Leara, Catarina e Zulinha. A imagem da mascote vai ser usada em campanhas educacionais e publicitárias realizadas pela Gestão Ambiental da rodovia. A campanha está sendo feita na internet e em escolas.

A Arara-Azul-De-Lear foi escolhida como a mascote da BR-235/BA. Agora, os usuários da rodovia podem ajudar a colocar um nome no animal, escolhido por ser peculiar da região e extremamente ameaçado de extinção. O público tem a disposição três nomes para votar. São eles: Catarina – por viver na região do Raso da Catarina; Leara – por causa da nomenclatura Lear; e Zulinha – pela coloração azul. A votação, que pode ser feita no site www.br235.com.br, é promovida pela Gestão Ambiental da rodovia, firmada entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) e a Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Esta campanha também está sendo feita em 25 escolas localizadas às margens da rodovia. A votação pode ser feita até o dia 31 deste mês. Será então realizada uma celebração de batismo da mascote em dezembro, com data e local a serem divulgados em breve pela Gestão Ambiental. Uma celebração de batismo será realizada em dezembro, com data e local a serem divulgados em breve pela Gestão Ambiental.

SOBRE A ARARA-AZUL-DE-LEAR

A espécie é endêmica do norte da Bahia, sendo sua área de distribuição restrita à região dos municípios de Canudos, Euclides da Cunha, Paulo Afonso, Uauá, Jeremoabo, Sento Sé e Campo Formoso. Seu habitat natural é a Caatinga, se alojando em paredões e rochas sedimentares para dormir.

Atualmente, toda a população é conhecida e monitorada. As araras-azuis-de-lear possuem dois sítios que utilizam como dormitório e local de reprodução: os paredões da Estação Biológica de Canudos (EBC) e a Fazenda Serra Branca, em Jeremoabo, ambas reservas particulares.

Essa espécie tem semelhança com a Arara-Azul-Grande. Entre as diferenças dos dois animais, está na coloração: a Arara-Azul-De-Lear possui o anel em volta do olho de cor amarelo claro e a barbela (pele em torno da mandíbula) com forma de uma gota.

Fonte: Gestão Ambiental da BR-235/BA – www.br235.com.br

12 Comentário

  1. luan lima disse:

    LEARA É MUITO MASSA

  2. silvomar pedro disse:

    Aralinha325

  3. silvomar pedro disse:

    aralinha235

  4. Achei a ideia super interessante, pois, uma das críticas que venho fazendo com a relação a preservação da nossa Caatinga, é que muitas as nossas autoridades parece que só tem olhos para a florestas Amazônica, principalmente a SENHORA IMPRENSA.
    Os nomes para mascote são interessantíssimos, porém, acredito que cometeram um grande ERRO em ter deixado de fora, um outro animal importante da nossa Caatinga que está em extinção, que é TATU BOLA.

    UM ABRAÇO

  5. Luciana Santana disse:

    Catarina

  6. Patrícia Gonçalves disse:

    Catarina

  7. leonardo disse:

    Parabenizo ao Sr. Adalberto Moreno pela sua escrita e matéria muito bem desenvolvida para nós leitores e ouvintes da Jeremoabo fm 106.9. Creio que a BR tão esperada e tão sonhada venha a satisfazer nossas humildes trajetórias , obrigado a todos que estão trabalhando em prol desta concretização, e que DEUS possa sempre estar conosco.

  8. Gilson Barbosa disse:

    LEARA


Publicidade