Jeremoabo: Programas Ambientais no lote 2 da BR235/BA chegam na reta final

Postado por Adalberto Moreno em 23 de março de 2016

A reconformação de jazidas está na fase de recuperação de áreas degradadas exploradas pelo lote 2

Uni CapaDesde a semana passada as atividades de reconformação de jazidas; meio-fio; revegetação da faixa de domínio, além das sinalizações vertical e horizontal estão em ritmo avançado no lote 2 (Jeremoabo à Canché). O serviço é realizado em 68 dos 77,6 quilômetros totais do trecho. Os nove quilômetros restantes ainda estão sem a camada de asfalto.

O empreendimento vai muito além do que os usuários conseguem ver. Em meio aos reparos da pista, construções de viadutos, pontes e a concentração de trabalhadores, a obra envolve uma série de outros elementos que os usuários da rodovia nem sempre têm contato. A recuperação das jazidas utilizadas para aterro e pedreiras é um deles.
A reconformação de jazidas está na fase de recuperação de áreas degradadas exploradas pelo lote 2. Esse processo envolve algumas etapas, entre elas: preparo do terreno, recomposição das camadas de solo orgânico, irrigação e manutenção dos plantios, além de outras ações.
A utilização de solo ou areia para aterro é dos insumos fundamentais na construção da rodovia. Sem a terra, a construção da pista não poderia ser realizada; as cabeceiras de Passagens Inferiores e viadutos seriam de difícil execução e as obras teriam um elevado custo financeiro.
A execução do meio-fio neste trecho está 90% concluída. A função desse dispositivo é proteger os bordos da pista dos efeitos da erosão causada pelo escoamento de águas precipitadas, que tendem a vazar por conta de inclinações.
A revegetação da faixa de domínio é o processo de plantio que foi retirado para a implantação da rodovia. Essa etapa é importante para devolver ao solo que foi retirado para devolver o cultivo natural.
Já as sinalizações horizontal e vertical seguem, também, para a reta final das atividades. A sinalização horizontal é um sistema da sinalização viária que se utiliza de linhas, marcações, símbolos e legendas sobre pavimento das vias. Essas marcações têm a função de organizar o fluxo de veículos e pedestres, controlar e orientar os deslocamentos em situações com problemas de geometria, topografia ou frente a obstáculos e complementar os sinais verticais de regulamentação.
A sinalização vertical, comunicação através de placas com mensagens de advertência, regulamentação, segurança, indicativas, dentre outros riscos.
Apesar de ainda não estar concluído, quem trafega pelo Lote 2, diminuiu o tempo de viagem. Com a estrada de chão levava-se em média 2h30 para transitar de Jeremoabo até Canché. Atualmente, o motorista de carro ou ônibus leva cerca de 1h.
Desde 2014, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) realiza a obra de Implantação e Pavimentação da BR-235/BA, que corta o norte da Bahia, passando por cidades como Canudos, Uauá até chegar em Juazeiro. O investimento é na ordem de R$ 420 milhões e já beneficia cerca de 600 mil habitantes.
Fonte: Gestão Ambiental da BR-235/BA
Uni Capa 2Uni Capa 3

2 Comentário

  1. ALONSO disse:

    QUERIA SABER SE IRÃO TERMINAR O RESTO OU AS OBRAS IRÃO PARAR.

  2. EDI SANTOS disse:

    BR 410 e 116 110 que liga CICERO DANTAS JEREMOABO e PAULO AFONSO esta pedindo socorro muito Buraco obrigando a invadir a pista contrária para desviar de uma cratera. Motoristas que nem Conhecem a estrada e risco de ter acidentes. E uma vergonha Prefeito e vereador do Município de CICERO DANTAS JEREMOABO PAULO AFONSO Será que por um instante na vida vcs não pensar nos neto nos filho no seu pai e sua mulher que podem acontece um acidente


Publicidade