100 toneladas de maconha: Operação da PF envolveu Paulo Afonso

Postado por Adalberto Moreno em 17 de maio de 2012

Os presos encontrados durante sobrevoo, semienterrados e escondidos pela vegetação e encaminhados para o Presídio Regional de Salgueiro

Mais de 330 mil pés de maconha destruídos, três suspeitos presos e autuados, quinze inquéritos policiais instaurados e 100 toneladas da droga tirada do mercado. Este foi o balanço da Operação Nero 2 apresentado esta manhã pela Polícia Federal (PF). A ação, realizada em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Secretaria de Defesa Social (SDS) durou quatro dias, com foco na calha do Rio São Francisco, o Sertão Central, Moxotó e Pajeú, em Pernambuco e em Paulo Afonso, na Bahia. As investigações apontaram que a erva produzida, principalmente, na região de Orocó, no Sertão do estado, seria distribuída por todo o Nordeste.

Os presos encontrados durante sobrevoo, semienterrados e escondidos pela vegetação e encaminhados para o Presídio Regional de Salgueiro, no Sertão, foram indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Dois ainda vão responder também por porte ilegal de arma de fogo por portarem um revólver calibre. 38 e uma pistola calibre .40 da Polícia Civil de Pernambuco e com numeração raspada. O terceiro vai responder ainda por crime ambiental porque levava dois filhotes de papagaio.

De acordo com a PF, as constantes operações realizadas têm causado uma diminuição na quantidade de plantações encontradas. Ações anteriores já chegaram a erradicar um milhão de pés de uma só vez.

Fonte Pernambuco.com

 


Publicidade