De acordo com a polícia o acusado teria participado de um assalto em Jeremoabo no mês de fevereiro

Morto SantaUm dos suspeitos de participar do assalto que culminou na morte de Letícia Maria Santos Leite, de 30 anos, morreu em confronto com a Polícia Militar (PM), no Km 40, em Santa Brígida, na manhã deste sábado (10).

Audair Silva teria atirado contra os policiais, que revidaram. Ele é acusado de roubar a motocicleta de Letícia, que era mãe de três filhos, no último domingo (4), no Bairro Prainha. Junto com outro comparsa, os dois mataram a jovem na frente de sua casa e logo depois levaram o veículo.

Segundo a PM, uma denúncia anônima levou a polícia até Audair Silva, após buscas a equipe localizou o acusado em uma moto Yamaha de cor vermelha no povoado e ao se aproximar para abordagem foi recebida à bala. O revide foi inevitável e Audair acabou sendo baleado.

O acusado ainda foi levado para um hospital de Paulo Afonso, mas chegou já em óbito. A polícia suspeita que a moto Yamaha de cor vermelha que estava em poder de Audair, tenha sido utilizada no assalto e morte de Letícia. O jovem também estava com um revólver.

Letícia Santos, 30 anos, mãe de três filhos morta por bandidos após ter a moto roubada na cidade de Paulo Afonso-BA. O crime aconteceu no final da tarde do último domingo (4/6/17) no bairro Prainha. (Foto montagem: PA4.COM.BR)

Além de participação no suposto latrocínio em Paulo Afonso, Audair também é suspeito de ter participado de outro assalto ocorrido há três meses em Jeremoabo. A motocicleta e a arma de fogo foram levadas para a Delegacia de Polícia.

A delegada titular de polícia civil em Paulo Afonso, Antônia Jane, que está à frente das investigações do caso Letícia ainda não se posicionou sobre a morte de Audair.

Reveja vídeo que flagrou o momento em que os assaltantes roubam a moto e matam Letícia na frente de sua casa

Imagem de Amostra do You Tube

Motocicleta que estava em poder de Audair pode ser a mesma utilizada no assalto e morte de Letícia (Leitor PA4 – via Whatsapp)

Revólver apreendido pela PM estava em poder de Audair, segundo a polícia. (Foto: Leitor PA4 via whatsapp)

 


Publicidade