Jeremoabo: Júri condena homem a 28 anos de prisão por feminicídio

Postado por Adalberto Moreno em 19 de julho de 2017

A denúncia foi feita pelo promotor de Justiça Carlos Augusto Machado de Brito

Forum -O júri popular de Jeremoabo, no nordeste baiano, condenou um homem a 28 anos de prisão pelo crime de feminicídio cometido contra sua ex-companheira Adriana de Souza Santos, ocorrido em setembro de 2016. Gilberto Damascena Cândido, conhecido como “Gordo”, inconformado com a separação do casal, e tratando a mulher como posse, a matou com um golpe de faca.

A condenação foi proferida nesta segunda-feira (17). A denúncia foi feita pelo promotor de Justiça Carlos Augusto Machado de Brito. A sessão de julgamento foi presidida pelo juiz Leandro Ferreira Moraes e considerou que o crime, previsto no art. 121, parágrafo 2º, do Código Penal, foi cometido por motivo fútil, uso de recursos que impossibilitou a defesa da vítima e por feminicídio. Essa é a terceira condenação por feminicídio na Bahia.

Um Comentário

  1. Jorge benes Barreto dos Santos disse:

    A justiça foi feita muito obrigado primeira mente a deus segundo as todos que reconhecer os u mostrou que é esse home . Eu sou Primo da vítima e estava presente aí jugamento dele eu queria ver a cara desse covarde ,


Publicidade