Equipe de Inspeção chegaram à conclusão que a unidade prisional apresenta sérios problemas estruturais

Delegacia CapaPor Adalberto Moreno

Ausência de reboco, infiltrações e rachaduras nas paredes, fios desencapados, ventilação precária, carência de camas e colchões em número insuficiente, mau cheiro e precária disponibilização de água, entre outros, fazem parte de um Relatório Técnico elaborado pela Vigilância de Saúde da Prefeitura Municipal no prédio que abriga a Delegacia de Polícia de Jeremoabo- BA.

Em função das condições degradantes e insalubres a que são submetidos os profissionais e custodiados, a Coordenadora Geral da Vigilância Sanitária, Marijany Gama Lima, juntamente com a Equipe de Inspeção chegaram à conclusão que a unidade prisional apresenta sérios riscos de estrutura física para a equipe de trabalho e para a população local, sendo inviável a liberação da Licença Sanitária.

O Delegado Dr. Ailton Souza, informou que já comunicou o caso ao Presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública de Jeremoabo, Aloísio Cardoso Lima, às autoridades corresponsáveis, a exemplo do Prefeito Municipal, Ministério Público e autoridades superiores no âmbito da Polícia Civil.

Ainda de acordo o Titular da DT/Jeremoabo, se faz urgente o aluguel de outro imóvel que comporte as demandas ou a construção de um novo prédio.


Publicidade