Itamaraju: Acidente mata três e deixa outros oficiais do Exército feridos na 101

Postado por Adalberto Moreno em 10 de agosto de 2011

O acidente, que vitimou dois oficiais do Exército Brasileiro, aconteceu com um ônibus da empresa Fortecar Turismo, por volta das 05h desta terça-feira (09), no km 838 da BR-101, em Itamaraju.

Segundo testemunhas, próximo da Fazenda Café Norte Agrícola, o ônibus da empresa Fortecar Turismo, que saiu de Salvador e ia para o município de Resende, no Rio de Janeiro, tombou e vitimou fatalmente dois oficiais e um aluno a oficial do Exército Brasileiro.

As vítimas fatais foram Ivanildo Torres Lima Júnior, 30 anos de idade, natural de Juazeiro-BA, Marcelo Adelino Silva, 29 anos de idade, ambos tenentes instrutores e o aluno Alexandre Magno de Andrade, 29 anos.

 

Além dos três que morreram no local do acidente, outros três oficiais foram transferidos bastante feridos para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), inclusive um coronel de prenome Edmar estaria com o seu estado de saúde requerendo muitos cuidados.

 

Segundo informou o motorista do ônibus, Flávio Santana Passos, de 39 anos de idade, ele não conseguiu completar uma curva existe no km 838 da rodovia BR-101, o pára-choque do veículo ainda teria se chocado na lateral da pista, vindo a tombar loco na sequência.

Socorro

 Três equipes do SAMU-192 foram deslocadas ao local do acidente, sendo duas de Itamaraju e uma de Teixeira de Freitas. A Polícia Rodoviária Federal permaneceu durante todo o tempo no local aguardando resgates das vítimas, bem como orientado o tráfego bastante intenso no horário.

O levantamento cadavérico foi realizado pelo policial civil Felipe Mendes e o auxiliar de necropsia Anderson Barbosa. Os corpos se encontram no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues de Itamaraju (IML) aguardando a chegada dos familiares das vítimas fatais.

Ainda não foi informado o que os integrantes do Exército iriam fazer no município de Resende-RJ, mas como estamos num período relativamente frio, a hipótese mais provável é que deveria haver algum treinamento ou atividade de comando no município carioca. Com informações do Teixeira News.


Publicidade