Mais dois ladrões de banco são presos no interior da Bahia

Postado por Adalberto Moreno em 13 de dezembro de 2011

Um mapa destacando oito municípios do interior baiano, que poderiam ser alvos de assaltos a bancos nos próximos meses, foi encontrado em poder de uma quadrilha desarticulada, neste fim de semana, durante operação conjunta das polícias Civil e Militar, na cidade de Irecê, distante 476 quilômetros de Salvador. O bando é apontado como responsável pelos ataques às agências bancárias de Tapiramutá, São José do Jacuípe, Cafarnaum e Várzea da Roça.

A operação foi iniciada na madrugada de sexta-feira (9), após o arrombamento de caixas eletrônicos na cidade de Tapiramutá. Equipes das 14ª e 16ª Coorpin (Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior), com sedes em Irecê e Jacobina, respectivamente, iniciaram às buscas ao bando, com o apoio da Polícia Militar, e prenderam duas pessoas, além de apreender armas, dinheiro e ferramentas utilizadas nos roubos.

O bando chegou a trocar tiros com policiais militares do CIPE – Semiárido após o ataque em Tapiramutá, fugindo em direção a um matagal naquela região. Algumas horas depois, prepostos da 4ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) e da Polícia Rodoviária Estadual localizaram Rômulo Silva dos Santos, 28 anos, no município vizinho de Morro do Chapéu.

Após a prisão de Rômulo, a polícia prendeu também o mototaxista Reginaldo Gomes Ferreira, 30, quando ele se preparava para dar fuga a Rômulo em local combinado pela dupla. Dando continuidade as diligências, investigadores localizaram o esconderijo do restante da quadrilha numa propriedade na Zona Rural de Irecê, sendo recebidos à tiros pelos assaltantes.

No confronto, Romilson Silva Santos, o “Negão do Ho”, 27, fugitivo da cidade de Barreiras, Remy Rodrigues Lima, o “ Tio Zé”,  49 , natural de São Felix do Araguaia – Mato Grosso e também fugitivo de Barreiras, e o comparsa deles identificado como Domingos Pereira Alves, 58, foram baleados e morreram antes de receber atendimento médico. Com a quadrilha foram apreendidas duas pistolas, de calibre 380, uma pistola calibre ponto 40 e uma espingarda calibre 12, além de munição, maçarico e materiais usados para arrombamentos em caixas eletrônicos.

Rômulo e Reginaldo seguem custodiados na carceragem da 16ª Coorpin – Jacobina. Para o coordenador regional, delegado Élvio Brandão a colaboração das duas forças policiais foi fundamental para o desfecho da operação. “Com a desarticulação da quadrilha conseguimos evitar a concretização de outros assaltos que já estavam sendo planejados por eles”, destaca o coordenador da 14ª Coorpin, Henrique Morais.

Fonte www.ozildoalves.com.br


Publicidade