Presidente da Câmara concede entrevista à Rádio Jeremoabo FM

Postado por Adalberto Moreno em 12 de setembro de 2011

Os principais assuntos abordados foram a aprovação de projetos importantes e apreciação de contas.

Por Adalberto Moreno

O programa “Notícias da 106”, veiculado pela Rádio Jeremoabo FM, diariamente, apresentado por Adalberto Moreno e Márcia Penedo, recebeu, na última sexta-feira, 09 de setembro,  o presidente da Câmara de Vereadores de Jeremoabo, vereador Antonio Chaves (PRP). Os principais assuntos abordados foram a aprovação de projetos importantes e apreciação de contas. Antônio Chaves falou sobre assuntos diversos que fazem parte do cotidiano da nossa população. Inicialmente, ele ressaltou alguns projetos importantes que foram aprovados pelo legislativo jeremoabense. Para Chaves, um dos projetos mais difíceis e que exigiu um amplo debate entre as comissões e os representantes da classe foi o Plano da Estrutura de  Carreira  e Remuneração dos Servidores  do Magistério, conseguindo a aprovação de 63% do FUNDEB, mas que na hora de sancionar a lei o prefeito optou por 64%, um ponto a mais do que o pretendido pela categoria. O vereador falou também da aprovação dos Projetos de  Regularização Fundiária Urbana, que permitirá às famílias jeremoabenses receberem a escritura definitiva das suas casas e do  Projeto de Lei do Estatuto da Guarda Municipal. Comentando sobre a apreciação de contas, Antonio Chaves falou das três contas  rejeitadas do ex-prefeito Spencer José de Sá Andrade, que segundo ele cumpriu todos os requisitos exigidos pela lei antes que as mesmas fossem colocadas em julgamento. Resultando em rejeição das três: 2005,207 e 2008. Sobre a aprovação por 8 x 1 das contas do atual prefeito João Batista Melo de Carvalho, relativas ao ano de 2009, Chaves informou que  o Tribunal de Contas dos Municípios já havia opinado pela a aprovação e que a maioria dos vereadores apenas ratificou a decisão do TCM. Falando sobre o posicionamento do Vereador Jairo do Sertão (PSC), único a votar contra as contas do atual gestor, o vereador disse entender o voto dele como vereador de oposição, mas não aceita a justificativa do colega de não ter votado nas contas de Tista em virtude da ressalva do TCM de que o prefeito teria que devolver o montante R$ 974. 162,81 (novecentos setenta e quatro mil, cento e sessenta e dois reais e oitenta e um centavos) do FUNDEF e do FUNDEB porque o débito é de gestores pretéritos e, portanto não das contas de 2009. No entanto, ressaltou que Jairo votou pela aprovação em todas contas do ex-prefeito Spencer José de Sá Andrade, apreciadas na atual gestão, e mesmo com o parecer do TCM em duas delas opinando pela rejeição e  apontando inúmeras irregularidades.
Questionado  sobre os votos favoráveis à aprovação das contas do Prefeito Tista pelos vereadores Domingos Pinto, o Neguinho de Lié (PSC)  e João Dantas, o João de Antonio de Ana (PP), se isso seria uma mudança de lado desses vereadores, que até então faziam parte da bancada de oposição, o presidente disse que ainda não havia sido comunicado sobre o assunto, mas deu a entender que a possibilidade existe de fato.
Ouça a entrevista concedida a Adalberto Moreno: Parte I
Parte II


Publicidade