Por Adalberto Moreno

Uma recente disputa por terras virou caso de polícia no município de Jeremoabo-BA. Os próprios assentados do Alagoas/Pedra Branca, localizado na região da Sirica, denunciaram que um grupo tentou ocupar uma faixa de terra que está destinada às famílias que já vivem na comunidade. Segundo os assentados, o grupo chegou a desmatar uma pequena parte, mas foi impedido pelas autoridades e teve que deixar o local.

Na quarta-feira (06) o Incra emitiu a seguinte nota:
A Superintendência Regional do Incra na Bahia informa que o assentamento Alagoas/Pedra Branca, situado no município de Jeremoabo, foi criado em 2013 e possui 25 famílias beneficiárias da reforma agrária.


Diferente de algumas notícias divulgadas na região, o Incra esclarece que as famílias que vivem nessa área não são sem-terra e, sim, assentadas, com seus registros devidamente inscritos do Sistema de Informações de Projetos de Reforma Agrária (Sipra)

Acrescenta-se ainda que as terras do assentamento pertencem ao Incra e à União. Desse modo, crimes cometidos contra a área poderão ser investigados pela Polícia Federal.

Salvador, 6 de fevereiro de 2018

Atenciosamente,
Assessoria de Comunicação Social do Incra/BA

Publicidade