Inclusão de pessoas com deficiência: parceria com UFSCar amplia tecnologia assistiva

A universidade já promove ações em prol das pessoas com deficiência e transtornos

Com o propósito de fortalecer a colaboração já estabelecida com as instituições de ensino superior de São Paulo, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) consolidou na quarta-feira (28) uma parceria com a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). O acordo tem como meta promover o avanço de estudos voltados para o desenvolvimento de políticas públicas e inovações em tecnologia assistiva, visando a inclusão de indivíduos com deficiência.

A UFSCar é a primeira instituição federal a se unir a este projeto sob a atual administração estadual. A universidade já promove ações em prol das pessoas com deficiência e transtornos, inclusive oferecendo um curso de pós-graduação em ABA: Análise do Comportamento Aplicada à Educação de Pessoas com Transtorno do Espectro Autista e com Atraso no Desenvolvimento.

“Firmar parceria com universidades tem um impacto social muito significativo, uma vez que elas são catalisadoras da transformação por meio da educação de cidadãos. São Paulo tem um grande potencial para se tornar uma referência em ações de inclusão e tecnologia e o grande diferencial de nosso projeto é que nossos cientistas e pesquisadores das universidades públicas em São Paulo vão promover pesquisas em conjunto, somando esforços para tornar nossa sociedade cada vez mais inclusiva”, enfatiza o secretário de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marcos da Costa.

A secretária executiva de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Claudia Carletto, o assessor especial da secretaria, Ignácio Poveda, e o procurador da pasta, Fábio Oliveira, acompanharam a assinatura da parceria. Da UFSCar estavam presentes a reitora Ana Beatriz de Oliveira, o coordenador Cleyton Fernandes Ferrarini e os professores Patrícia Saltorato e Paulo Capel Cardoso.

Esse compromisso com a UFSCar acrescenta-se às alianças previamente estabelecidas em 2023 com a Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), além da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Esses entes têm colaborado ativamente para promover iniciativas conjuntas que favoreçam a acessibilidade e a gestão de políticas voltadas para pessoas com deficiência, priorizando o desenvolvimento de tecnologias assistivas.

De maneira geral, os acordos com as universidades visam a produção e sistematização de dados estatísticos sobre a população com deficiência, e o estímulo à criação e à inovação em ciência e tecnologia destinadas a este grupo, com ênfase em tecnologia assistiva.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *