Corinthians perdeu nos pênaltis, mas jogou para ser campeão da Copa do Brasil


Corinthians perdeu nos pênaltis, mas jogou para ser campeão da Copa do Brasil

Time por time, levando-se em consideração o jogo de quarta, mostrou que a superioridade do mais novo campeão da Copa do Brasil  não é assim tão grande como muitos apregoam.

O Corinthians, que foi ligeiramente inferior ao Flamengo na primeira fase, mandou totalmente no jogo durante o segundo tempo e mereceu empatar.

Categorias: Colunas

Por: SÉRGIO CARVALHO – –, 20/10/2022

Corinthians buscou empate e calou o Maracanã. Foto: Rodrigo Coca – SCCP

São Paulo, SP, 20 (AFI) – O Flamengo é tetracampeão da Copa do Brasil depois de vencer na cobrança de pênaltis ao Corinthians, quarta-feira passada, no Maracanã. O rubro negro carioca foi um pouco melhor no primeiro tempo quando fez seu gol (Pedro aos 7 minutos de jogo) e teve mais algumas chances de gol onde não conseguiu marcar. Já o Corinthians, que foi ligeiramente inferior ao time da casa na primeira fase, mandou totalmente no jogo durante o segundo tempo e mereceu empatar. Ficou evidente que o Flamengo pode até ter alguns jogadores com maior prestígio do que os do Corinthians, mas, time por time, levando-se em consideração o jogo de quarta, mostrou que a superioridade do mais novo campeão da Copa do Brasil  não é assim tão grande como muitos apregoam antes do jogo. Diria até que, se na cobrança dos pênaltis desse Corinthians, não seria nenhuma injustiça. O alvinegro paulista jogou para chegar lá e mostrou que evoluiu muito desde que o português Vitor Pereira assumiu seu comando técnico. Digo até que Vitor mostrou até ser mais técnico do que Dorival Junior, atual treinador do Flamengo. Ele fez um ótimo trabalho até aqui e merece continuar no clube durante o ano que vem. Pelo menos, na minha opinião.

MELHOR DEFESA

Flamengo levantou mais uma Copa, mas passou aperto. Foto: Fla-TV – Reprodução

O jogo mostrou que a defesa do Corinthians é melhor e mais consistente do que a do Flamengo. Cássio, Fagner, Gil, Balbuena e Fábio Santos formam um quarteto difícil de ser batido. Eles também cometem erros, como aconteceu no gol de Pedro, para o Flamengo, mas no restante do jogo seguraram o ataque rubro negro e mostraram que, apesar de já veteranos, ainda jogam um futebol de primeiro nível. Do meio campo para frente, ao contrário, o Flamengo é mais competente. A começar por Arrascaeta, que é hoje o melhor meia armador do futebol Sul-Americano e um dos melhores do mundo. Ele desequilibra. E tem a sorte de contar a seu lado com dois meio campistas de excelente nível (Vidal e Everton Ribeiro) e dois atacantes extremamente perigosos como Pedro e Gabigol. Já o Corinthians tem no meio campo um bom volante como Fausto Vera, um qualificado criador de jogadas como Renato Augusto e até dois atacantes muito aplicados como Yuri Alberto e Roger Guedes. Ainda assim, devemos reconhecer que o Flamengo é mais qualificado do meio campo para frente.MOSTROU PERSONALIDADE

Independente disso, no entanto, o Corinthians jogou com muita personalidade diante do Flamengo. Ele mostrou-se um pouco confuso no primeiro tempo, mas com a entrada de Giuliano, as jogadas do ataque corintiano ganharam muito mais qualidade. Aliás, foi Giuliano quem fez o gol de empate aos 36 minutos da segunda fase, quando chegou a 5 gols e transformou-se no artilheiro da Copa do Brasil com todos os méritos. No final, a CBF entregou prêmios aos melhores da competição. Arrascaeta ganhou o de melhor jogador da Copa. Giuliano o de maior artilheiro. Cássio, o de melhor goleiro. No resumo da partida podemos dizer que o Flamengo foi melhor no primeiro tempo, o Corinthians foi superior ao adversário e fez seu gol de empate através Giuliano. E Rodinei entrou para a história como o marcador da última cobrança de pênalti para o Flamengo depois que o jovem Mateus Vital perdeu o seu, talvez assustado com a responsabilidade de participar de uma cobrança tão decisiva como aquela. Em resumo. O Flamengo ficou com a taça pela quarta vez, enquanto o Corinthians caiu de pé e, por detalhes, perdeu a chance de ser tetra. Nada a contestar.  Próxima decisão do Flamengo será dia 29 de outubro, em Guaiaquil, contra o Atlhetico-PR, pelas finais da Copa Libertadores. Outra final que não dá para perder.

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *